Translate

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Ainda o tempo - The time, yet


O tempo é um ladrão, que vem com falinhas mansas prometer-nos tudo e mais a eternidade, promessas vãs que inexoravelmente não cumpre. Tudo aquilo que ofereceu vai sendo roubado sem que demos por isso, e de repente descobrimos que lhe pertencemos. O tempo é o nosso dono e nós somos apenas os seus escravos, fantasmas das esperanças e ilusões que nasceram, viveram e finalmente morreram nos corações agora vazios...

The time is a thief, that comes with smoothie talks to promise us everything plus the eternity, empty promises that inevitably fail. Everything that was offered is being stolen without one even notice, and suddenly you find that you belong to time. Time is our master and we are only their slaves, ghosts of the hopes and illusions that were born, lived and finally died in the now empty hearts...






Enviar um comentário